quinta-feira, 11 de abril de 2013

Ciêntistas descobrem que Clara de ovo ajuda reduzir a hipertensão

Durante muito tempo os ovos foram tidos como violões para a saúde, devido ao elevado teor de colesterol.  Mas várias pesquisas recentes mostram o contrário: que eles são mais saudáveis do que se pensava.
Uma prova veio agora: um grupo de pesquisadores da Universidade de Jilin, na China descobriu na clara de ovo uma proteína, que pode ajudar a reduzir a hipertensão arterial, um dos principais fatores de risco nas doenças cardíacas.
Eles encontraram um pequeno fragmento de proteína, chamado peptídeo, capaz de reduzir a hipertensão arterial com a mesma eficácia que o Captopril, um remédio normalmente prescrito para esta pressão alta.
Os pesquisadores deram o peptídeo, denominado RVPSL, a ratinhos com tensão arterial elevada e observaram que a administração da proteína atenuou os sintomas.
Agora a equipe espera poder dar início a um ensaio clínico em humanos.  
A descoberta foi anunciada durante a conferência nacional da American Chemical Society, em Nova Orleães, nos EUA.
"O peptídeo da clara de ovo poderá ser útil para tratar ou prevenir a hipertensão", afirmou Zhipeng Yu, que coordenou a pesquisa.
Segundo os especialistas, 50 miligramas do peptídeo RVPSL aparentam ter o mesmo efeito que 10 miligramas de Captopril, um dos inibidores de uma enzima que contribui para a hipertensão arterial.
Além disso, esta proteína parece sobreviver a altas temperaturas, assim, o fato de cozinhar os ovos não retira as suas propriedades.
Em outras palavras o consumo de claras de ovos pode ser uma forma eficaz de ajudar os pacientes a manterem a pressão arterial baixa, em especial se combinado com medicação para o problema.  
Com informações do Boas Notícias.