segunda-feira, 29 de abril de 2013

Mulher já paga o mesmo que homem por seguro Maior consumo de álcool entre as mulheres está entre os motivos para equiparação de preços


Mudanças de comportamento estão reduzindo a diferença entre o valor do seguro de carro pago por mulheres e homens. Segundo um levantamento feito pela corretora online Minuto Seguros, entre o janeiro e abril, o valor médio cobrado de mulheres até 25 anos subiu 30%, enquanto os preços se mantiveram estáveis.

Leia mais notícias do Metro São Paulo

Com isso, o desconto, em média de 20% para o público feminino, já é quase nulo em algumas seguradoras. De acordo com o sócio-diretor do site, Marcelo Blay, fatores como o aumento do consumo de álcool entre as jovens e a maior inserção no mercado de trabalho estão mudando o comportamento das mulheres no volante.

“Elas estão comprando mais carros, saindo mais à noite e bebendo mais. Também estão trabalhando e estudando à noite, quando estacionam o carro perto da faculdade. E isso eleva o índice de roubos e furtos”, argumenta o executivo.

Na maior parte dos casos, a diferença ainda é grande. Mas ao comparar os preços cobrados por duas seguradoras que representam 20% do mercado, o levantamento mostra uma diferença de apenas R$ 3,96, em São Paulo, por exemplo, entre o valor cobrado de mulheres e homens até 25 anos, para um Gol 1.0.

No Rio, Brasília e Belo Horizonte, é possível encontrar seguros de carros para jovens com o mesmo perfil com diferenças de R$ 6,30, R$ 12,32 e R$ 14,26, respectivamente, no caso de um hatch pequeno como o Hyundai HB 20.

Segundo o executivo, as mulheres acima de 25 anos continuam encontrando descontos de 20% no seguro do carro. “As mulheres mais velhas costumam ter ser mais cuidadosas com o carro”, diz Blay.

Confira outras edições do Metro pelo Brasil