segunda-feira, 29 de abril de 2013

Arrecadação teve queda real de 9,32% em março No acumulado do ano, a arrecadação soma R$ 271,731 bilhões, com queda real de 0,48%


A arrecadação de impostos e contribuições federais teve queda real (corrigida pela inflação) de 9,32% em março ante o mesmo período de 2012, somando, em termos nominais, R$ 79,613 bilhões. No acumulado do ano, a arrecadação soma R$ 271,731 bilhões, com queda real de 0,48%.

De acordo com informações divulgadas pela Receita Federal, entre outros fatores, influenciaram o resultado negativo de março, nas receitas administradas, a redução na arrecadação do IRPJ (Imposto de Renda Pessoa Jurídica) e da CSLL (Contribuição Social sobre o Lucro Líquido) relativo ao ajuste anual, principalmente no setor financeiro.

As desonerações tributárias empregadas pelo governo para enfrentar a crise e aquecer a economia também tiveram impacto no resultado, especialmente na folha de pagamento, na Cide-Combustíveis, no IPI-Automóveis e no IOF-Crédito Pessoa Física.