sábado, 20 de abril de 2013

Retomada da Produção Nacional de Insulina.


A presidenta Dilma Rousseff participou, nesta terça-feira (16), em Belo Horizonte, de evento que marcou a retomada da produção nacional de insulina humana. A previsão é de que, nos próximos cinco anos, sejam investidos R$ 430 milhões, entre recursos do Ministério da Saúde e da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e financiamento do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
“Celebramos a organização da demanda do Estado para que ele dê condições, para que uma empresa se forme, no Brasil, numa área de fronteira tecnológica, como a área da biotecnologia. (…) Vejo um ambiente muito favorável para o estabelecimento da [empresa] Biomm. (… ) Temos hoje a certeza que colocaremos insulina em todas farmácias populares do Brasil e conseguiremos mudar a história do país”, afirmou Dilma.
A fabricação ficará a cargo da empresa brasileira Biomm, que pode começar a produzir a partir de 2014. O Brasil deixou de confeccionar insulina em 2001, e a retomada reduz a vulnerabilidade do país frente a crises internacionais de oferta do produto. Atualmente, são 10 milhões de brasileiros diabéticos, e 1,1 milhão recebem o medicamento do Sistema Único de Saúde.