quinta-feira, 9 de maio de 2013

Microempresa é essencial para a sociedade, afirma Dilma



Posted: 09 May 2013 07:41 AM PDT
A presidenta Dilma Rousseff deu posse, nesta quinta-feira (9), no Palácio do Planalto, ao ministro-chefe da Secretaria da Micro e Pequena Empresa, Guilherme Afif Domingos. Na cerimônia, ela ressaltou a importância do setor para o país, responsável por 11 milhões de empregos diretos. Para Dilma, a microempresa é essencial para a sociedade.
“A importância das micro e pequenas empresas se torna cada vez maior, quanto mais se desenvolve o país, quanto mais cresce a complexidade econômica. (…) É, de fato, um espaço econômico e institucional essencial para uma sociedade, porque a presença dela numa economia cria um tecido social e econômico muito mais forte. E estabelece uma relação importante entre grandes e médias empresas e com toda a classe trabalhadora”, afirmou.
O ministro agradeceu a oportunidade de ser o primeiro a chefiar a pasta dedicada aos pequenos negócios. Afif ainda lembrou de medidas já tomadas que beneficiaram o setor, como a criação do Supersimples, que considera um golpe na burocracia; e o Programa do Microempreendedor Individual (MEI), que, para ele, é um dos grandes programas de inclusão social que existe no país. Para Dilma, uma das principais metas da nova Pasta é buscar a desburocratização.
“Todo mundo sofre com a burocracia, mas quem mais sofre são as pequenas e médias empresas. Há a péssima burocracia, que em vez de dar suporte, ou ajudar a desenvolver, trava. É uma questão que está no cerne da pequena empresa. E o espírito empreendedor pode contar com uma estrutura institucional de apoio. (…) Lá, no menor espaço existente, temos de tornar as coisas mais fáceis”, destacou Dilma.

A presidenta também lembrou medidas importantes para impulsionar os mais de 7 milhões de pequenos negócios, que são 99% das empresas formalizadas. Ela citou a criação do Supersimples, que unificou tributos num único boleto e os diminuiu, e o Programa do Microempreendedor Individual (MEI), que formalizou quase 3 milhões de microempreendimentos.
Dilma também destacou as ações do programa Microcrédito Produtivo Orientado Crescer, que já atingiu mais R$ 5 bilhões em empréstimos, e disponibiliza o acesso ao primeiro dinheiro para a criação do negócio. Ela voltou a anunciar que essa linha de financiamento terá, neste mês, os juros reduzidos de 8% para 5%.
Confira a íntegra