terça-feira, 12 de julho de 2016

Luz infinita, que te acalma, abastece sua alma. Um silêncio explendido que reforça a esperança do teu viver